Seis anos de bons tempos na AEA-PR

Jesse Krieger finaliza seu terceiro mandato como presidente da AEA-PR e celebra os bons resultados com os diretores e conselheiros. Este vídeo apresenta o balanço da gestão:

 

Dedicação e avanços na AEA-PR

Em seis anos a AEA-PR cresceu, se modernizou, expandiu representações pelo estado e se tornou referência entre as AEAs de todo Brasil. De 2013 a 2018, a associação conquistou quase 2 mil novos associados, contando com hoje com um quadro de 3.300 aposentados – cerca de 90% dos economiários do Paraná.

O orçamento da AEA/PR cresceu e hoje, conta com uma previsão de quase R$ 1.387.000. Graças a uma gestão eficiente dos recursos, as reservas também subiram de R$ 370 mil, no fim de 2012, para R$ R$ 706.000, ao fim de 2018.  

Em seis anos a AEA-PR cresceu, se modernizou, expandiu representações pelo estado e se tornou referência entre as AEAs de todo Brasil. De 2013 a 2018, a associação conquistou quase 2 mil novos associados, contando com hoje com um quadro de 3.300 aposentados – cerca de 90% dos economiários do Paraná.

O orçamento da AEA/PR cresceu e hoje, conta com uma previsão de quase R$ 1.387.000. Graças a uma gestão eficiente dos recursos, as reservas também subiram de R$ 370 mil, no fim de 2012, para R$ R$ 706.000, ao fim de 2018. 

Atuação jurídica

Além da  promoção de diversas atividades sociais, de esporte e lazer, as gestões Bons Tempos se destacaram pela foco na defesa de direitos dos associados. Os plantões jurídicos iniciaram na sede em Curitiba e associados do interior puderam esclarecer dúvidas por telefone e email.

A diretoria executiva, com aprovação do Conselho Deliberativo, também  ingressou com diversas ações coletivas, sem custo adicional para associados. Destacam-se as ações civis públicas contra o equacionamento da Funcef e para derrubada da resolução n 23 da CGPAR, que afeta os planos de Saúde das estatais.  Em 2018, os associados obtiveram uma vitória na justiça, com o reconhecimento da natureza salarial do benefício auxílio-alimentação.

 

Alguns processos judiciais em curso:

Contra a equacionamento da Funcef

Contra a Resolução n. 23 da CGPAR

Contencioso

IR sobre contribuições extraordinárias

Reflexos sobre auxílio alimentação

Saúde Caixa para PADVs

 

 

Defesa da Funcef

Com os resultados deficitários da Funcef, apontados a partir dos balanços de 2012,  a diretoria da AEA-PR passa a se posicionar de forma firme em defesa do Fundo de pensão. Jesse Krieger e a diretoria executiva da associação se aproxima dos dirigentes do Fundo de pensão e da Fenacef.

“Nos mobilizamos pela derrubada de gestores envolvidos em fraudes e defendemos a CPI dos Fundos de Pensão. Apoiamos a chapa Controle e Resultado nas eleições de 2016 e 2018, com indicação dos colegas Celso Matos e Vilson Willemann, para integrar a chapa – permitindo acompanhamento mais próximo das decisões”, explica Jesse Krieger.

Em 2016, diante das inúmeras irregularidades na Funcef, apontadas pela CPI dos Fundos de Pensão e pela Operação Lava Jato, a AEA-PR anuncia ingresso de ação, em parceria com a Anipa, visando a suspensão da cobrança do equacionamento, sendo a primeira AEA a se posicionar juridicamente pela reparação de danos.

Hoje a associação paranaense participa de forma ativa no  processo de revisão do Estatuto da Funcef. Representantes da AEA-PR também assumiram posições estratégicas na Fenacef: Jesse Krieger, a presidência do Conselho Deliberativo – e os colegas Benedito Bonacordi e Celso Matos, cargos na diretoria. Pela primeira vez, em  2015, a AEA-PR participou com delegação própria do Conecef, levando pautas específicas da categoria.

 

Caixa e Saúde Caixa

A associação se engajou na luta pela Caixa 100% pública e, nos últimos anos, também buscou atuar junto a parlamentares na defesa de interesses relativos à Funcef, Caixa e Saúde Caixa.  Jesse Krieger acompanhou discussões de projetos de lei, como o PLP 439/2017 (sobre parâmetros para equacionamento), o PL 8821/2017 ( relativo à isenção de IR sobre contribuições extraordinárias) e o  PLP 268/2016 (sobre a governança dos fundos de pensão).

A AEA-PR também divulgou e  manifestou apoio ao PDC 956/2018, de autoria da deputada Erika Kokay, que visa sustar os efeito da resolução n. 23 da CGPAR. Além de participar de diversas reuniões em Brasília sobre o Saúde Caixa, com entidades representativas, Jesse Krieger assumiu o protagonismo entre as AEAs e propôs o ingresso da Ação Civil Pública para derrubada da resolução.

Mais representações e Espaço aberto para informações

 

Nos últimos anos, a AEA-PR expandiu sua atuação e se aproximou dos associados do interior do estado, com realização encontros e confraternizações em todo estado. Foram criadas novas representações no  norte pioneiro, litoral, Umuarama, sudoeste e Foz do Iguaçu – totalizando onze regionais.

Para Dirceu Baldi Rosa, que foi presidente da AEA-PR por oito anos, Jesse Krieger foi um exemplo de gestor e pessoa que lutou pelo direito dos aposentados de todo estado. “O Jesse é pra mim um exemplo de gestor no meio associativo, por sua seriedade e dedicação. Trabalhamos juntos para estender a atuação no interior do estado e fizemos uma dupla pró associado”, defende Dirceu.

A gestão Bons Tempos, com o presidente Jesse Krieger,  também criou os Espaços Abertos – encontros onde foram discutidos diferentes assuntos de interesse e esclarecidas dúvidas dos aposentados. As reuniões tiveram palestras com diretores da Funcef, representantes do Saúde Caixa e advogados – com encontros também nas diversas representações.   

 


Modernização e comunicação eficiente


O Estatuto da AEA-PR foi modernizado e atualizado às legislações vigentes, promovendo mais eficiência e transparência na gestão. De acordo com o presidente do Conselho Deliberativo, João Catarin, a associação viveu nesses seis anos um período atribulado, diante da situação da Funcef, e o trabalho do Conselho foi ágil para dar respostas e encaminhamentos necessários.

“Criamos reuniões virtuais para dar agilidade a discussões, o que também gerou economia para a entidade. Tivemos um grupo bastante homogêneo, com capacidade e imparcialidade na análise de decisões. Reformamos o estatuto e abrimos a porta para que qualquer associado possa acompanhar e assistir às reuniões -o que contribui para democratização das decisões”, esclarece  Catarin.

A associação também  contratou um sistema eletrônico de gestão administrativa e financeira e disponibilizou o Sistema Prawo, que fornece mensalmente informações sobre o andamento do processos jurídicos aos associados. Hoje a o sistema de comunicação da AEA-PR é considerado o mais completo entre as AEAs,  com boletim informativo, revista trimestral, site, facebook, aplicativo e sistema de envio para envio de mensagens por WhatsApp.

 

Ampliação e melhorias na sede

O 4º e o 5º andar da sede em Curitiba foi reformado para proporcionar mais comodidade para os associados. Em 2018, a sede ficou ainda mais atrativa, com a ocupação do terceiro andar do Edifício Galvão  por empresas parceiras da AEA-PR – que oferecem serviços como massoterapia, pilates, atendimento médico e venda de viagens, com condições exclusivas para os associados. Os atendimentos jurídicos, as aulas de língua estrangeira e as oficinas solidárias ganharam também sala própria.

 

 

Ações para o bem estar

A promoção da prática esportiva foi marca das gestões Bons Tempos e deu excelentes resultados, com apoio a treinamentos e incentivos para os atletas. Em 2018, a AEA-PR comemorou o título de campeã dos Jogos da Fenacef, com 41 medalhas.

As diretorias das gestões Bons Tempos também buscaram promover a saúde e bem estar dos associados por meio de atividades diversas, como o início das caminhadas em meio à natureza ‘Andando entre amigos’.  Em Curitiba, a criação de um calendário operacional sistematizou a disponibilização de atividades, como torneios anuais de tranca e buraco, chás da tarde e cursos de música e línguas estrangeiras.

Os Almoços mensais dos Aniversariantes em Curitiba e as confraternizações nas representações integraram associados e familiares e as festas de fim de ano ficarão para história –  como os jantares com shows de Moacyr Franco, Eduardo Dussek e Big Time Orchestra.

Atenção aposentados que estão com cartão alimentação bloqueado:
Entrar em contato com a AEA-PR, para receber orientações necessárias pro desbloqueio. Falar com Franciele ou Cibele.