Plenária com diretores da Funcef marca início do 40º Simpósio da Fenacef

Começou o 40º  Simpósio da Fenacef, na Praia do Forte, na Bahia. O evento que tem mais de mil participantes vai até o dia 27 de outubro. No evento ocorrerão palestras e debates sobre assuntos de interesse dos aposentados. Na tarde desta terça-feira, ocorreu um dos encontros mais esperados – a plenária com diretores e conselheiros eleitos da Funcef, que falaram sobre a atual situação e desafios do Fundo de Pensão.

“O ponto alto foi a informação de que os resultados previstos para 2018 serão superavitários – o que poderá gerar no futuro a redução dos valores da Contribuição Extraordinária. Além disto, foi informado que foi aprovado pela CNPC, a dilatação do prazo para o equacionamento, que deverá reduzir os valores das contribuições extraordinárias, além de possibilitar o não desconto sobre o 13o salário”, relata Jesse Krieger.

Em relação à possibilidade de privatização da Caixa, Max Pantoja enfatizou sua postura contrária e alertou sobre perigos.  “Precisamos ter empresas fortes que geram recursos para país. Existem empresas que precisam ser estatais, porque são estratégicas. Isso vale em diversos países, inclusive como Estados Unidos e Japão. Tememos pela falta de qualidade da máquina do estado para fiscalizar nossos interesses em empresas privatizadas. Não existe transparência. Sabemos de empresas privatizadas no Brasil  que tiveram seus fundos de pensão apropriados. Portanto, não se deve acreditar em propagandas enganosas que defendem essa postura”, defendeu o diretor.

Em relação ao embate político atual  e sobre o futuro governo, os diretores reforçaram a importância da postura fiscalizadora. “Durante 40 anos vimos nosso fundo de pensão sendo saqueado. Seja quem for que ganhe as eleições permaneceremos 100% vigilantes em relação à gestão da Funcef”, afirmaram.

 

A plenária foi transmitida ao vivo pela página da Fenacef. Assista: https://www.facebook.com/Fenacef/videos/2376768699016226/

 

Participação das AEAs

A delegação paranaense participa com 73 representantes. Na cerimônia de abertura, o associado Doraci de Souza representou a delegação do Paraná.

 

 

Durante o mês de agosto, diversas AEAs do país puderam apresentar proposições para o Simpósio sobre temas, como associações, Funcef e Caixa. A AEA-PR abriu  consulta a todos associados para efetivação da construção coletiva. Uma das propostas levadas pela AEA-PR é a criação do “Conecef- A” (Congresso Nacional dos Empregados da Caixa Econômica Federal), voltado exclusivamente para os aposentados.

 

Atenção associado!

A sede da AEA-PR em Curitiba estará fechada nos dias 15 e 16 de novembro, em razão do feriado.