Confraternização celebrou com muita alegria os bons resultados da AEA-PR

Muita alegria e descontração marcaram a confraternização de fim de ano da AEA-PR, em Curitiba.  O encontro também celebrou os seis anos de gestão de Jesse Krieger na presidência da AEA-PR e o início da nova gestão, com Valfrido Oliveira na presidência e Dirceu Baldi Rosa, como vice-presidente.

 

Jesse Krieger agradeceu a presença de todos convidados e ao trabalho altruísta e voluntário dos diretores e conselheiros que estiveram com ele nas três gestões a frente da AEA-PR.  Em seguida, apresentou um vídeo de balanço e prestação de contas dos seis anos de gestão, em respeito aos associados. Em seguida apresentou os novos diretores e Conselheiros da AEA-PR, desejando sucesso na nova gestão.

 

O novo presidente da AEA-PR, Valfrido Oliveira agradeceu a confiança de todos e finalizou a apresentação desejando boas festas e um excelente 2019 a todos aposentados e familiares. “Vamos dar continuidade ao trabalho realizado pela diretoria da AEA-PR, defendendo os direitos e cuidando da saúde dos nossos aposentados, para que ano que vem possamos estar todos aqui novamente, com muita boa energia”, afirmou Valfrido.

 

 

 

Noite com muita alegria

 

O jantar que teve como tema as festas disco anos 80 foi animada pela banda Nega Fulô, que apresentou clássicos dançantes dos anos 70 e 80. O buffet teve um menu variado, com mesa de antepastos, sobremesas e cascata de chocolate.Os associados também se divertiram tirando fotos em uma máquina com revelação na hora.

 

O público foi recepcionado por Drag Queens que também levaram os convidados para dançar na pista. Os associados se divertiram muito e dançaram até não aguentar mais. “Os aposentados precisam de mais momentos como esse. É essa união e alegria que fazem a força da AEA-PR”, conta Dirceu Baldi Rosa.

 

 

Veja todos as fotos em nossa galeria:

 

 

Chamado à solidariedade!
As voluntárias das Oficinas Solidárias da AEA-PR estão arrecadando lãs para confecção de peças de inverno, como cachecóis, gorros, mantas e meias, para doar a lares de idosos. As oficinas acontecem nas tardes de segunda e sexta-feira, no terceiro andar da sede. As doações podem ser deixadas também na secretaria.